Labirintite

Home Labirintite: O que é, sintomas e tratamento em Manaus

O que é a labirintite?

Você sente tonturas, náuseas ou perda de equilíbrio ou de audição? Essa sensação de desorientação pode ter um nome: labirintite

A labirintite é uma infecção em uma estrutura delicada (o labirinto), localizada na parte interna do ouvido responsável pelo equilíbrio e audição. A maior parte dos casos são decorrentes de uma infecção viral, que faz com que essa estrutura fique inflamada. A infecção atinge até 33% da população brasileira.

 

Diversos vírus, bactérias, alergias ou lesões na cabeça podem causar a doença, mas geralmente ela inicia após uma infecção viral comum, como um resfriado ou uma gripe. 

 

Causada por uma bactéria ou vírus a labirintite têm origem em outras doenças, como, por exemplo, a otite média (inflamação do ouvido médio) ou a meningite (inflamação das membranas do sistema nervoso central). 

 

Quando o labirinto está inflamado algumas sensações aparecem como tonturas e náuseas, devido a informação que chega até o cérebro do indivíduo dando a impressão de que a pessoa está em movimento quando está parada. 

 

Essa infecção pode acometer pessoas de todas as idades, contudo, é mais fácil aparecer em pessoas acima dos 40 anos de idade, em decorrência das mudanças que acontecem no metabolismo quando chega a essa idade.

As principais tonturas da labirintite

  • Migrânea vestibular: provocado por dores de cabeça e tontura, pode ter a duração de minutos ou horas. Pode ser acompanhado de sintomas auditivos (zumbido no ouvido), além de enxaqueca.
  • Neurite vestibular: provocada por tonturas com duração de dias, acompanhado de náuseas e vômitos. A neurite compromete o nervo vestibular.
  • Vertigem posicional paroxística benigna: provocada pela mudança da posição da cabeça, é o tipo mais comum de tontura. Não é acompanhado de sintomas auditivos, suas causas está dentro da orelha interna. 
  • Meniére: provocada por tontura que pode durar minutos ou horas. Causa a diminuição da audição e zumbido no ouvido.

Principais sintomas da doença

São diversos os sintomas  da labirintite. Veja alguns deles:  
  • Tontura (ilusão de movimento);
  • Náuseas e vômitos;
  • Sudorese;
  • Alterações gastrointestinais;
  • Zumbido no ouvido;
  • Perda de audição;
  • Desequilíbrio;
  • Zumbido e diminuição da audição;
  • Queda de cabelo;
  • Sensação de vazio na cabeça;

Principais fatores de risco

Alguns fatores de risco aumentam a chance da pessoa ter labirintite, são eles:  
  • Idade: entre os 40 e 50 anos de idade;
  • Hipoglicemia;
  • Colesterol alto;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Triglicérides;
  • Otite;
  • Consumo exacerbado de álcool;
  • Tabagismo;
  • Altas taxas de ácido úrico;
  • Má alimentação.

Qual é o diagnóstico da doença?

O médico mais indicado para diagnosticar a labirintite é o médico otorrinolaringologista. O especialista pode fazer exames físicos e neurológicos completos para realizar o diagnóstico.   Os exames efetuados para diagnosticar a doença quando o paciente apresenta os sintomas da infecção são: tomografia computadorizada, ressonância magnética e testes vestibulares.   O tratamento da labirintite depende da causa da doença, mas provavelmente serão utilizados medicamentos para tratar os sintomas e reduzir o processo infeccioso.

Algumas dicas sobre a labirintite

É aconselhável que o paciente faça repouso na cama, para evitar quedas, e para o alívio dos sintomas. Cuidado especial para aquelas pessoas que trabalham em alturas ou operam máquinas. É muito importante tomar bastante líquido, para evitar desidratação.

 

Durante uma crise, manter-se deitado em uma posição confortável (de lado geralmente é melhor), evite comer chocolate, café e o consumo de bebidas alcoólicas; suspenda o uso de cigarros; evite luzes de forte intensidade para não haver situações de desequilíbrio (tontura); mantenha-se em ambiente calmo e silencioso.

 

A mudança no estilo de vida é fundamental para evitar as crises, levando uma vida mais saudável, ingerindo comidas ricas em proteínas e legumes, praticar atividades físicas, além de controlar os níveis de colesterol e triglicérides diminuem os riscos da infecção.

Otorrinolaringologista em Manaus

Encontre otorrinolaringologista em Manaus  na clínica Otoclin conta com especialistas disponíveis para sua necessidade, além de recursos tecnológicos para o tratamento das complicações. Na maioria dos casos de apneia do sono, o distúrbio pode ser tratado com medidas e tratamento médico aplicado. 

 

Marque sua consulta agora mesmo com um otorrinolaringologista da clínica, somente o médico poderá avaliar o seu caso e encontrar a solução mais eficaz para o problema. 

Agende sua consulta ou exame conosco agora mesmo.

Entre em contato através de nosso telefone ou aperte no botão para marcar online..

(92) 3305-7380

Precisa de ajuda? Clique aqui