As labirintopatias, popularmente chamadas labirintites, são doenças da orelha interna (labirinto) que podem ser ocasionadas por vários distúrbios como as alterações da coluna vertebral, lesões das células de dentro da orelha interna, diabetes, aumento das taxas de triglicérides e de colesterol, anemia, distúrbios da glândula tireóide, problemas na região têmporo-mandibular, problemas emocionais, uso de álcool e fumo, abuso de cafeinados, dentre outros. As principais queixas dos pacientes são: tontura, zumbido, diminuição da audição, pressão nas orelhas, náusea, vômito, cefaléia, palidez, falta de ar, dentre outras.

O diagnóstico das labirintopatias é feito pelo quadro clínico, exames laboratoriais para se encontrar doenças causadoras do distúrbio e de forma específica, através do exame otoneurológico computadorizado, disponível no Instituto Brasileiro do Sono (vide exames realizados no Instituto Brasileiro do Sono).

– o zumbido ou tinitus é a sensação de barulho percebida dentro do ouvido ou dentro da cabeça, sem que haja uma fonte externa de sons. Assim como as labirintopatias, o zumbido pode estar relacionado a várias doenças que precisam ser investigadas, como causa importante se destaca a perda auditiva. Muitas vezes o tinitus causa distúrbios do sono, dificultando que o paciente durma bem. Há tratamento para o zumbido, inclusive havendo casos em que é possível remissão completa do sintoma.

CategoryOuvido

©2016 - otoclin | Desenvolvido por dreampixel com