O cancro da amígdala aparece predominantemente nos homens e está muito relacionado com o tabagismo e o consumo de álcool.

Em geral, a dor de garganta é o primeiro sintoma. A dor costuma estender-se até ao ouvido do lado da amígdala afectada. No entanto, em certos casos apercebemo-nos primeiro de um volume no pescoço produzido pela extensão do cancro até um gânglio linfático (metástase). O médico diagnostica o cancro fazendo uma biopsia (que consiste em colher uma amostra de tecido para o respectivo exame ao microscópio) da amígdala. Como o tabagismo e o consumo de álcool também podem estar relacionados com outros cancros, efectua-se igualmente uma laringoscopia (exame da laringe), uma broncoscopia (exame dos canais brônquicos) e uma esofagoscopia (exame do esófago).

O tratamento baseia-se tanto na radioterapia como na cirurgia. A cirurgia pode consistir em extrair o tumor, os gânglios linfáticos do pescoço e parte da mandíbula. Cerca de 50 % das pessoas sobrevivem pelo menos durante 5 anos depois do diagnóstico.

CategoryGarganta

©2016 - otoclin | Desenvolvido por dreampixel com