A rinite não alérgica (Ver secção 16, capítulo 169) é uma inflamação da membrana mucosa do nariz, caracterizada por um corrimento contínuo (rinorreia) e uma congestão nasal, geralmente provocada por uma infecção. O nariz é o sector das vias respiratórias superiores que se infecta com maior frequência. A rinite pode ser aguda (de curta duração)…

O nariz ainda pode apresentar outros problemas de grande importância tais como sangramento nasal, ou epistaxe, que muitas vezes pode apresentar-se em grande volume e pode estar relacionada a outras patologias prévias como hipertensão arterial sistêmica, tumores nasais ou doenças hematológicas relacionadas a distúrbios de coagulação. Este sangramento em crianças normalmente esta relacionado com traumatismo…

A ocorrência da obstrução nasal, que causa distúrbios de sono, associado a roncos e apnéia noturna (parada respiratória durante o sono ), com alteração da saturação de oxigênio, pode levar à um difícil controle de doenças cardiovasculares como a hipertensão arterial sistêmica, o que aumenta as chances de derrame cerebral e infarto do coração. Distúrbios…

As perdas auditivas são classificadas de acordo com sua intensidade em leve, moderada, severa ou profunda. Leve a moderada são os tipos mais freqüentes de perda auditiva. Os graus severos e profundos são raros nas perdas auditivas condutivas.

As labirintopatias, popularmente chamadas labirintites, são doenças da orelha interna (labirinto) que podem ser ocasionadas por vários distúrbios como as alterações da coluna vertebral, lesões das células de dentro da orelha interna, diabetes, aumento das taxas de triglicérides e de colesterol, anemia, distúrbios da glândula tireóide, problemas na região têmporo-mandibular, problemas emocionais, uso de álcool…

Otite média aguda é a inflamação da orelha média que é mais comum nos meses de inverno e nas crianças. Geralmente é uma evolução de uma gripe e costuma causar dor intensa e súbita juntamente com a sensação de perda auditiva. Caso ocorra a perfuração da membrana timpânica, pode haver eliminação de secreção com pus e…

Os pólipos nas cordas vocais são formações não cancerosas que se desenvolvem devido ao uso excessivo da voz, a reações alérgicas crônicas que afetam a laringe ou a uma inalação crônica de irritantes, como as emanações industriais ou o fumo. Os sintomas incluem rouquidão crônica e uma voz entrecortada. O diagnóstico é estabelecido examinando as…

O refluxo gastroesofágico (RGE) acontece quando o conteúdo ácido do estômago sobe pelo esôfago ao invés de seguir seu caminho natural para o duodeno. Este caminho normalmente começa na boca, passa pela faringe que orienta o bolo alimentar em direção ao esôfago, seguindo para o estômago. Uma válvula muscular na extremidade inferior do esôfago é…

A rouquidão, também denominada disfonia, consiste em uma alteração vocal muito comum na população, sendo definida como qualquer problema ocorrido no aparelho fonador que resulte na falta de clareza do som. Este comumente é um problema de caráter transitório, podendo ser classificada como aguda, que apresentam curta duração, ou crônica, quando persistem por mais de…

O desenvolvimento de um tumor maligno na laringe, na maioria dos casos associado ao hábito de fumar, provoca problemas na voz e, se não for descoberto e tratado a tempo, pode acabar por conduzir a um desenlace fatal. Rouquidão costuma ser o sintoma inicial do câncer de laringe e, geralmente, está associada a um tumor…

©2016 - otoclin | Desenvolvido por dreampixel com